Como ter um delivery de sucesso

sistema de delivery marmitas

Nos últimos meses, as orientações de isolamento social impostas pela crise do coronavírus alavancaram as vendas para delivery, especialmente no setor de Food Service. Isso porque, pedir refeições em casa tem sido o caminho escolhido por grande parte das pessoas para evitar idas a supermercados e restaurantes. 

O cenário de mudanças trouxe desafios e  fez muitas empresas se reinventarem. Quem ainda não trabalhava com venda para entrega, começou a trabalhar. E aqueles que já estavam habituados a vender por delivery passaram a pensar em novas formas de divulgar e distribuir. 

Se o seu negócio está nesse processo, continua com a gente que separamos algumas dicas para te ajudar no planejamento de uma solução de delivery eficiente. 

Escolha uma boa ferramenta

A escolha da plataforma é um dos pontos principais no planejamento de um serviço de delivery e faz toda a diferença no volume de vendas e faturamento.

Com os pedidos por telefone se tornando cada vez mais escassos, é preciso ter um cardápio online e um canal digital para receber pedidos.

Para muitos estabelecimentos, a escolha óbvia acabam sendo os marketplaces como iFood ou Uber Eats. Mas apesar de serem uma solução rápida, esses aplicativos cobram taxas de serviço e comissões altas, intermediam os dados e a comunicação com os clientes. Isso interfere diretamente no seu faturamento e nas possibilidades de fidelização. 

Vale pensar em uma solução que te dê mais autonomia, como uma plataforma de cardápio digital que tenha gestor de pedidos ou seja integrada à um aplicativo de mensagens, como o Whatsapp. Além de oferecerem uma boa experiência para o cliente, essas soluções não prejudicam o faturamento. 

Seja criativo nos modelos

Com a concorrência cada vez maior, a criatividade é um ponto fundamental no planejamento do sistema de delivery. 

Enquanto alguns optam pelo serviço tradicional, entregando o produto ou prato já pronto para o consumo, outros apostam em vender versões de pratos congelados, kit de ingredientes ou alimentos pré-cozidos para que o cliente finalize o preparo em casa. 

Se o seu restaurante é mais focado em almoço comercial, oferecer pacotes semanais com desconto pode ser uma boa. Você também pode oferecer no cardápio alguns ingredientes base com a massa da pizza, um molho especial ou aquela farofa que já é famosa entre os clientes. 

E além do delivery, outros modelos de venda como o drive-thru e o takeaway (retirar no local) também estão ganhando espaço. 

Então, analise a logística, infraestrutura e investimento que fazem mais sentido para você e seja criativo. Esse pode ser o diferencial que faz o seu negócio se destacar dentre tantos outros no mesmo segmento.

criar um delivery

A qualidade das embalagens importa

A embalagem é parte importante da experiência de consumo no delivery e deve ser bem planejada para garantir ao máximo a qualidade do produto.

Escolher uma embalagem que interfira no sabor dos alimentos, não conserve a temperatura adequada ou seja facilmente violável, pode acabar com a reputação do seu negócio.

Ter embalagens personalizadas com a identidade visual do seu negócio passa uma imagem de confiança e profissionalismo, além de ser mais uma forma de reforçar sua marca entre os clientes. 

Também é importante prestar atenção se as embalagens escolhidas estão de acordo com a identidade da sua empresa — não pega bem vender uma proposta de sustentabilidade ambiental e usar embalagens que não sejam recicláveis, por exemplo. 

Gostou das dicas? Agora é só colocá-las em prática para começar a vender! 

Se quiser conhecer a nossa solução de cardápio digital e gestão de pedidos para delivery, clique aqui. 

cardapio digital wifire

Faça seu comentário