Como colocar cadastro no WiFi

Se você tem um negócio que tem permanência de público e oferece conexão sem fio para clientes, já deve ter pensado em colocar cadastro no WiFi. Mas como fazer isso?

O cenário já é conhecido. O cliente chega, se acomoda e logo tenta se conectar ao WiFi. Notando que a rede é protegida por senha, recorre ao garçom ou outro funcionário para fazer a famosa pergunta: “Qual é a senha do WiFi?”

Algumas vezes, a senha é passada e o cliente logo se conecta. Em outras, ele entende ou digita a senha errada, volta a chamar o atendente ou até desiste da conexão. 

Nessa situação, você tem um cliente já impaciente e um atendente ocupado com algo que não faz parte da atividade principal dele — enquanto provavelmente existem outras pessoas no local esperando para serem atendidas. 

Isso tudo se resolveria se o usuário conseguisse se conectar sozinho, sem precisar pedir ou procurar pela senha, já que deixar de fornecer conexão sem fio para clientes é uma enorme desvantagem competitiva. Por questões de segurança, manter a rede sem senha também não é uma opção,

Sendo assim, colocar cadastro no WiFi poder ser a melhor maneira de resolver esses problemas. E a autonomia do usuário é só a primeira das vantagens dessa estratégia. 

Deixar de conhecer seus clientes é um erro

Conquistar clientes é o principal desafio de qualquer negócio. É também uma atividade que demanda um alto investimento de tempo e dinheiro. 

Mas uma vez que esse investimento foi feito e clientes foram atraídos, muitos empresários(as) cometem um erro grave: abrem mão da oportunidade de conseguir informações sobre essas pessoas.

  • Quem são eles? 
  • Qual é a idade, o estado civil e as preferências desse público? 
  • Por onde é possível entrar em contato com ele?

Conhecer as respostas dessas perguntas é fundamental para construir um negócio sustentável. Saber quem é seu público — a partir de dados reais, sem deduções ou ‘achismos’ genéricos — te ajuda a traçar uma estratégia de negócio e divulgação realmente eficiente.

Então, colocar cadastro no WiFi significa aproveitar a oportunidade de conhecer e ter acesso aos seus clientes, construindo relacionamentos de longo prazo.

clientes fazem cadastro no wifi

Como funciona o cadastro no WiFi?

Agora que já explicamos os motivos que fazem o WiFi com cadastro de clientes ser tão importante, é hora de falar sobre como ele funciona.

Quando vai se conectar ao WiFi de um estabelecimento que tem essa funcionalidade, o cliente não precisa da senha. Ao invés disso, ele é redirecionado para uma página do navegador onde poderá preencher um cadastro. A conexão é liberada somente após ele completar essas informações.

Cadastro manual personalizado

É possível configurar um cadastro manual, personalizado com as informaçõe que são mais importantes para o seu negócio. Nesse formato, o cliente deverá preencher o cadastro campo a campo, como em um formulário de cadastro de papel comum.

Porém, apesar da personalização dos campos ser uma grande vantagem, é possível que alguns clientes desistam de acessar o WiFi somente para evitar o trabalho de preencher todas as informações. 

  • Cadastro progressivo

Se você optar pelo cadastro manual, uma boa dica para não desestimular o usuário é fazer o cadastro progressivo: a cada acesso, uma pergunta diferente é exibida para aquele cliente. 

Por exemplo: no primeiro acesso a página de cadastro pede nome e email. Na segunda vez que o cliente se conectar, é solicitado o telefone. Na terceira, a pergunta é sobre o prato favorito dele no menu, e assim por diante. 

  • Faça as perguntas certas

A única informação igualmente fundamental para qualquer negócio é o contato. Então, para saber o que vai perguntar, é preciso entender quais outras informações são realmente importantes na sua estratégia de negócio.

Se você tem interesse em atrair clientes aniversariantes, por exemplo, pedir pela data de nascimento no cadastro é fundamental. Ou se deseja criar uma ação promocional para casais, pergunte sobre o estado civil. As necessidades, nesse momento, são específicas de cada negócio.

Fazer esse planejamento evita que você peça informações em excesso, que na prática não fazem diferença para a sua estratégia. Isso é importante para não repelir os clientes, além de ser fundamental para cumprir a legislação — já que a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) regulamenta que somente dados com utilidade justificada possam ser armazenados por empresas.

Cadastro automático por login social

Outra opção de cadastro de clientes no WiFi é liberar o acesso a partir do login em uma rede social. Dessa forma, ao tentarem se conectar à sua rede, os clientes são redirecionados para uma página de login que mostra as opções de redes sociais disponíveis.

O acesso é liberado com o login e senha da rede social escolhida — que na maioria absoluta das vezes já estão salvos no celular do usuário. A partir do momento da conexão, você passa a ter a acesso ao nome, contato e todas as demais informações públicas daquele perfil de rede social.

Essa alternativa, a despeito de não possibilitar a personalização das informações requeridas, é muito mais prática e rápida para o cliente. Consequentemente, aumenta a chance dele se conectar usando a sua rede.

clientes fazem cadastro no wifiComo colocar cadastro no WiFi?

O caminho mais eficaz para colocar cadastro no WiFi do seu negócio é por meio de um Hotspot Social, que nada mais é do que um ponto de conexão aberto e gratuito, que tem o acesso liberado com o cadastro do usuário — geralmente feito através do login de uma rede social.

Uma grande vantagens dos hotspots é que, em geral, não é preciso ser um técnico ou especialista para conseguir configurá-los. As boas soluções dessa área costumam ter painéis administrativos de usabilidade simples. Com eles, qualquer pessoa pode alterar os tipos de autenticação e personalizar os campos do cadastro usuários. 

Cadastro no WiFi, resultados no negócio

Você provavelmente já recebeu emails ou SMS promocionais de lojas online depois de fazer alguma compra ou apenas pesquisar preços. Esses contatos, certamente, traziam uma mensagem personalizada, como uma oferta no produto que estava pesquisando ou uma sugestão de compra adequada ao seu gosto, não é?

Para negócios digitais, como os e-commerces, essa prática é comum e pode parecer simples, já que no mundo online é possível rastrear o comportamento e dados de cada consumidor potencial. 

O desafio, entretanto, é traduzir essa experiência para lugares do ‘mundo físico’, especialmente aqueles com alta rotatividade de público, como bares, restaurantes, shoppings e academias, por exemplo. Para isso, o Hotspot com cadastro no WiFI pode ser o caminho. 

Muito além do cadastro e login social, uma boa ferramenta de gestão de Hotspot tem também os meios necessários para que você consiga usar os dados coletados nas conexões à seu favor — seja criando e distribuindo ações promocionais, desenvolvendo programas de fidelidade ou escutando seus clientes por meio de pesquisas de satisfação.

Faça seu comentário