Porque investir no cadastro de clientes (e como fazer isso de forma prática e segura)

cadastro de clientes

A exigência pela personalização do atendimento já deixou de ser uma tendência para se tornar a realidade da maior parte dos consumidores. Segundo o 13º estudo anual Global Consumer Pulse, da consultoria estratégica Accenture, 66% dos consumidores brasileiros têm maior probabilidade de comprar de empresas que sempre personalizam as experiências de venda. 

Clique aquí para ver este archivo en Español

E para oferecer experiências personalizadas, é preciso saber quem são as pessoas que consomem seu produto ou serviços. Nesse contexto, ter um meio para fazer o cadastro de clientes é essencial. 

Porque investir no cadastro de clientes?

Construir uma base de cadastro de clientes é uma decisão estratégica. Com esses dados em mãos, a empresa pode construir um relacionamento mais próximo e individual com o público. Além de ter ferramentas para se aproximar de novos clientes em potencial. E investir no relacionamento com o público-alvo é importante para negócios de todos os segmentos e tamanhos. 

Isso porque, para fazer um bom planejamento de marketing e divulgação, é indispensável ter dados sobre os indivíduos. Quando feitas na base do “achismo”, há boas chances dessas ações não trazerem resultados. Então, conhecer a fundo quem consome seus produtos ou serviços te ajudar a economizar recursos, direcionando investimentos para ações que realmente funcionam.

Entenda seu público

Além de informações básicas como contato, nome, faixa etária e ticket médio, com um sistema de cadastros que funciona bem é possível entender o comportamento de consumo dos clientes. 

Isso facilita o processo de pós-venda, estreita laços e ajuda na criação de ações de fidelização. Entendendo as preferências e o comportamento do cliente, é possível recomendar um produto ou serviço que combina com ele, avisar sobre uma novidade que ele estava esperando ou saber quais são os melhores canais de comunicação para atingi-lo. 

Afinal, faz toda a diferença quando o cliente sente que aquela mensagem foi pensada para ele. Além disso, oferecer produtos ou serviços que não tenham a ver com seu público pode até prejudicar a imagem do negócio. 

cadastro de clientes

Como cadastrar clientes de forma eficiente?

Agora que ficou claro porque é importante investir no cadastro de clientes, vem a pergunta: 

O que fazer para construir uma base de dados, gerir e usar essas informações na estratégia do negócio?

Se você oferece conexão WiFi para os seus clientes, usar um Hotspot Social pode ser a solução mais eficiente. Além de colaborar com a praticidade e a qualidade da conexão, o Hotspot Social libera o acesso à rede WiFi por meio do login em uma rede social. Ou seja, ao se conectar, o cliente já te dá acesso à alguns dados de forma automática. 

Um sistema de Hotspot como o WiFire funciona também como uma ferramenta de marketing de relacionamento, com recursos que te permitem fazer pesquisas com perguntas personalizadas para conhecer o público mais profundamente. Com os dados em mãos, a solução te ajuda a gerir as informações e criar ações personalizadas, automatizando campanhas personalizadas de acordo com o perfil e as preferências de cada cliente. 

Cadastro de Clientes x LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados)

De fato, ter acesso a informações sobre o público-alvo é importante para a estratégia de negócio. Mas nesse processo, é fundamental pensar também na segurança e privacidade desses dados, para não quebrar a confiança do público e manter-se em dia com a legislação. 

A nova Lei Geral de Proteção de Dados, chamada de LGPD, começa a valer em agosto de 2020 e foi criada para dar aos cidadãos maior controle sobre seus dados pessoais

De acordo com a lei, dados pessoais são qualquer informação que possam identificar um indivíduo, como nome, data de nascimento, endereço, número de telefone, preferências pessoais… Ou seja, justamente os dados que você quer coletar ao fazer o cadastro de clientes. 

A legislação vai afetar a forma com que as empresas coletam, armazenam e processam esses dados. Então, é essencial saber se a solução escolhida para cadastrar esses indivíduos está em conformidade com as exigências. 

Desde a aprovação da LGPD, em agosto de 2018, o WiFire trabalha para que a nossa solução te ajude a atender todas as exigências de gestão de dados, privacidade e consentimento.

Além de uma série de medidas internas de segurança, como a criptografia da base de dados, algumas permissões de acesso aos dados serão melhor gerenciadas e a solução vai ganhar funcionalidades de Gestão de Consentimento, Gestão de Informações, Log Geral do Painel e Termo para a exportação de dados. 

hotspot social lgpd

Faça seu comentário