Gateway: entenda o que é e como funciona!

O gateway é um termo importante quando lidamos com acessos à internet. Entenda a sua ligação com hotspot Wi-Fi e demais conceitos relevantes.

Quem já configurou uma rede cabeada ou mesmo o hotspot Wi-Fi já deve ter se deparado com o termo gateway em algum momento. Ele é essencial para a conectividade com a internet, portanto, é muito importante saber pelo menos o básico sobre.

A cada dia, mais e mais negócios se aventuram pelo ciberespaço. Sendo assim, é primordial não só a equipe de tecnologia de informação dominar os termos relativos ao universo digital, mas também os empreendedores de diversos nichos de negócio. Hoje, tornou-se uma questão de sobrevivência o domínio das ferramentas da informática.

Termos como hotspot Wi-Fi, gateway do roteador, DNS e outros, deixaram de ser apenas do cotidiano dos técnicos de TI. Agora, fazem parte da vida dos gestores de empresas que utilizam a internet como solução para compras, vendas e até mesmo gestão dos seus negócios.

Entenda melhor neste artigo como o gateway é um elemento fundamental para o uso da internet, seja em utilização doméstica ou para serviços empresariais.

Gateway: o que é?

Basicamente, o gateway funciona como uma ponte entre uma rede interna e a internet. Ele é um conjunto de equipamentos ou sistemas que possuem a função de integrar um ambiente interno com a internet.

Dessa forma, para que ele funcione plenamente, é necessária a configuração correta de alguns protocolos, garantindo que todos os servidores e endpoints de uma rede interna possuam uma conexão adequada com o ambiente externo “internet”.

Como funciona?

Em uma visão geral, o gateway funciona de uma forma bem simples: ele é uma ponte entre redes internas/externas, garantindo essa conectividade através dos endereços de IP de ambas as redes.

Neste processo, o gateway do roteador, por exemplo, assegura que os IPs internos estão se comunicando com os IPs externos adequados. Desse modo, ele faz o intermédio da conectividade entre as duas partes, assegurando a conexão com a internet.

Para que serve?

O princípio do gateway é assegurar a troca de informações entre uma rede local e a internet. Isto é, ele organiza esta ponte e permite que tanto os equipamentos que utilizam a rede cabeada, como os que usam um hotspot Wi-Fi, acessem os IPs externos de forma correta.

Outra função essencial é a tradução das informações transmitidas entres as redes distintas. Ou seja, ele permite a conexão entre ambientes com arquiteturas diferentes.

Outro fato relevante sobre o gateway é que ele possui ferramentas de prevenção contra-ataques. Sendo assim, também é certo dizer que ter esta tecnologia fortalece a proteção na rede.

Quando utilizar Gateway?

Pelo que já vimos até agora, o gateway sempre será necessário quando desejarmos conectar uma rede interna à internet, garantindo a segurança nas conexões entre os dois ambientes.

Caso uma organização tenha suas atividades limitadas a uma rede local, o gateway se torna desnecessário.

Importância do Gateway em negócios online

Todo negócio eletrônico, mesmo que não saiba, utiliza o gateway e ele é de suma importância para os empreendimentos online. A finalidade dessa solução é proporcionar mais estabilidade, segurança e agilidade nas transações entre os clientes e as lojas.

Sendo assim, reflete diretamente na efetivação da compra, na confirmação da entrega, na baixa do estoque pelo fornecedor e em toda cadeia de eventos resultantes dos processos do comércio eletrônico. 

Exemplos de Gateway

Dependendo do seu objetivo, existe uma infinidade de soluções de gateway. A seguir, vamos conhecer as principais tecnologias desenvolvidas: 

Roteadores 

Gateway RoteadorEstes são dispositivos muito comuns de se encontrar, tanto nas residências como nas empresas. A ideia de usar um roteador é permitir que vários computadores, celulares, TVs, tablets e outros dispositivos se conectem com a internet simultaneamente. 

Desse modo, com o uso de  um  hotspot Wi-Fi, por exemplo, o gateway do roteador faz  o gerenciamento dos IPs, garantindo conectividade para todos os equipamentos

Firewall 

Esta é uma solução mais robusta que o gateway do roteador, pois o firewall possui tecnologia  que  permite um conjunto de regras serem aplicadas em uma rede. Logo, elas vão além do roteador comum, podendo fechar e abrir portas, e permitir acesso em apenas determinados períodos e em determinadas máquinas. 

Os firewalls são extremamente necessários para garantir a segurança nas operações de  uma organização, além de preservar a produtividade dos seus colaboradores. Vale ressaltar que existem dois tipos destas soluções: o firewall software e o firewall hardware.

Gateway de pagamento

Fundamental para os e-commerces, pois trabalha diretamente na conexão entre a loja e a instituição financeira, garantindo segurança no momento da concretização de um negócio.

O gateway de pagamento valida, por exemplo, uma transação com pagamento em pix, assegurando a quitação da compra.

Gateway de frete 

O gateway frete é outro elemento essencial para realizar as compras online, porque realiza a ponte entre a loja eletrônica, a empresa e a transportadora, levando até o cliente as opções de frete para determinada operação.

Esta operação considera o CEP fornecido pelo cliente no momento da compra na internet.

Saiba mais sobre o assunto neste outro artigo 

Como descobrir o gateway do roteador ou IP do computador?

Conclusão

As redes cabeadas ou aquelas acessadas através de um hotspot Wi-Fi, precisam de um gateway para criar pontes seguras na conexão com a internet. Estas tecnologias, embora muitas vezes “invisíveis”, estão presentes no dia a dia das nossas operações na internet. Como exemplo, citamos o gateway do roteador, que faz o gerenciamento dos IPs de uma rede e garante a estabilidade e segurança nas conexões.

Portanto, ficar por dentro das tecnologias que envolvem a internet deixou de ser uma preocupação apenas da equipe de TI. Esses conhecimentos são essenciais para que os gestores de pequenas ou grandes empresas tenham mais segurança nas tomadas de decisão no momento de adquirir soluções para os seus comércios eletrônicos. E, conhecer mais sobre os tipos de gateway é um exemplo disso.

Faça seu comentário